sábado, 17 de junho de 2017

AS DEZ VIRGENS



Vi esta dinâmica de ministração desta passagem em minha Igreja, pela irmã Débora, da Assembleia de Deus do Pantanal (Miguel Pereira / RJ). Achei bem interessante e resolvi compartilhar com vocês e, quem sabe, até utilizá-la um dia, também.
Vamos lá?

Após ler o texto base em Mateus 25, chamar dez crianças (ou até mesmo jovens e adolescentes) para dramatizarem a passagem. Entregue a cada uma uma imagem de "lamparina" presa a um palitinho de churrasco. Abaixo tem uma sugestão de imagem pra você:
Resultado de imagem para lamparina das dez virgens
 Ao preparar as lamparinas das loucas, faça-as sem a chama.
Atrás das lamparinas você escreverá algumas palavras. 
Continue lendo...

Comece a dramatização.
É bem simples: enquanto você reconta a história, oriente os voluntários que reproduzam a cena: esperar o noivo, dormir, acordar, perceber que está sem azeite, pedir emprestado, sugestão de irem comprar, chegada do noivo, saída das prudentes para as bodas, chegada das loucas e desespero. Enfim, faça as etapas na sequência da parábola narrada na Bíblia.
Em seguida, findada a encenação, posicione as virgens prudentes de um lado e as loucas de outro e, destaque o que tinha de especial em cada uma delas.
Atrás das "lamparinas" que você distribuiu, coloque algumas palavras e faça pequenos comentários. Estas palavras representam sentimentos ou ações presentes na vida de quem é prudente e de quem não é.

SUGESTÕES DE PALAVRAS - PRUDENTES
  1. Amor
  2. Oração
  3. Reverência
  4. Santidade
 SUGESTÕES DE PALAVRAS -LOUCAS
  1. Mentira
  2. Raiva
  3. Murmuração
  4. Fofoca
  5. Inveja 
Achei a ideia super simples, no entanto, o efeito foi maravilhoso!
Prendeu a atenção dos pequenos e falou poderosamente à Igreja.

Ensina o menino no caminho em que deve andar

Este foi o tema escolhido na Festividade do Grupo Infantil, da Assembleia de Deus do Pastor Carlos de Macedo, em Vassouras. A mensagem abaixo foi ministrada em junho de 2017 e está composta por quatro partes, sendo a última delas, o apelo final com dinâmica.
Vamos lá?

Turminha animada da Assembleia de Deus 
em Vassouras, Pastor Carlos Macedo


LEITURA INTRODUTÓRIA:
Nossa leitura será composta por três versículos em livros diferentes da Bíblia:

Jr 21:8 - "A este povo dirás: Assim diz o Senhor: Eis que ponho diante de vós o caminho da vida e o caminho da morte".
Pv 22:6 - "Instrui ao menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele"
jo 14:6 - "E disse-lhes Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim".

Você sabe o que é um caminho?
Isso mesmo!!! É um pedaço de terreno que liga um lugar a outro, por onde alguém pode seguir.
Existem muitos caminhos. Tem o caminho que leva para a escola, que leva para casa, caminho que leva para a casa da vovó, para a casa do amigo. Ainda há dois caminhos: o caminho da vida e o caminho da morte; o caminho para perto de Deus e o caminho que nos leva para longe de Deus; o caminho para o céu e o caminho para o inferno.
Vamos falar hoje sobre o caminho que é mais especial, é aquele em que estamos nele: o caminho para o céu!!!

1) COMO É ESSE CAMINHO?
  1. A Bíblia diz que ele é apertado e poucos são os que encontram a porta que tem neste caminho (Mateus 7:13)
  2. Mas, apesar de poucas pessoas encontrarem a porta que há neste caminho, muitos estão tentando (Lucas 13:24). Por isso, este caminho é muito cheio, tem muita gente.
  3. Este é um caminho que vai na contramão do mundo.

DINÂMICA:
Escolha na nave da Igreja algumas crianças e adultos, aproximadamente umas 10 pessoas.
Coloque-os de um lado e peça para caminharem. No sentido contrário, vindo de encontro a este grupo, caminhe você. Quando você se encontrar com o grupo caminhando, mostre como é difícil ultrapassá-lo, e integre-se ao grupo indo para a direção que ele está indo.
Sabia que isto aconteceu com uma amiga minha?
Ela estava esperando o sinal fechar para atravessar a rua. Quando isso aconteceu e ela começou a atravessar, vinha um grupo tão grande em sua direção que, ela se atrapalhou e voltou para o lado da rua onde estava.
Espiritualmente, o que aprendemos com isso?
As pessoas já nascem neste mundo caminhando para bem longe de Deus. É a Bíblia quem diz isso: “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus (Romanos 3:23)”
O que nós temos que fazer é, por nossa própria vontade e decisão, caminhar no sentido contrário em que a humanidade caminha... a isto chamamos de conversão!!!
Deus respeita nosso livre-arbítrio e nos dá a liberdade para escolhermos qual caminho trilhar.
Para onde você está caminhando?

2) O QUE TEM QUE TER PARA CAMINHAR E PERMANECER NELE?
  1. VISÃO:  Convide uma criança do grupo que goste de desenhar.
    Diga a ela que  irá desenhar coisas simples e, adivinhe só? De olhos vendados.
    Dê uma folha e uma caneta hidrocor e peça ao voluntário que desenhe: uma casa, um sol, uma árvore. Durante a narração, dificulte a tarefa com comandos como: "desenhe uma menina ao lado da casa, desenhe uma árvore... Ah! Esqueci, desenhe maçãs nesta árvore...". O desenho vai ficar muito desconectado.
    Diga à Igreja que dará outra chance: peça para fazer o mesmo desenho só que sem os olhos vendados. Compare os dois desenhos e aplauda o artista!!!!




    Aplicação da Dinâmica:
    Na execução dos dois desenhos, o voluntário estava ouvindo as instruções, mas o que definiu o melhor desenho? Isso mesmo: a visão!
    Do que adianta estarmos no caminho da vida, ouvirmos as pregações, ouvirmos os estudos, se nossos olhos estão fechados?
    Abrir os olhos espiritualmente, significa termos entendimento para seguirmos as instruções que Deus nos dá em sua Palavra, para sermos bem-sucedidos e felizes.
    Cante:
    "Abra, abra os meus olhos
    Dá-me a visão, eu preciso ver, eu quero ver,
    Aquele que faz o milagre...
  1. UNIÃO:
    Falar sobre UNIÃO é urgente e necessário, afinal, vivemos num mundo extremamente individualista, egocentrista e materialista.
    A ideia abaixo é muito simples, no entanto, com uma mensagem bastante contundente e, sem falar no visual, que chama atenção não só dos pequenos. Vamos lá!
    Mostre um palito de churrasco ou um gravetinho à Igreja e convide uma criança, pedindo para ela quebrá-lo. Elogie-a, dizendo que ela está de parabéns por ser tão forte. Logo em seguida, entregue a ela um pacote inteiro de palitos ou muitos gravetos e peça a ela para fazer o mesmo. Logicamente ela não conseguirá... se quiser, peça a um adulto para quebrar os palitos unidos e ele também não conseguirá.
    O que você quer dizer com esta dinâmica?
    A Igreja precisa estar unida para ser vencedora. O inimigo não resiste a nós se estivermos em unidade... Deus manifesta seu poder e Glória onde há unidade e não divisão. Unidos, conseguimos caminhar em direção ao céu.

    "Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho.
    Porque se um cair, o outro levanta o seu companheiro; mas ai do que estiver só; pois, caindo, não haverá outro que o levante.
    Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só, como se aquentará?
    E, se alguém prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa." Eclesiastes 4:9-12

     
  2. VALOR:
    Dramatizar com as crianças o mesmo da ilustração abaixo. Substitua a nota por uma de outro valor!
    Fiz com uma nota de 100 reais... amassa um pouquinho, mas a nota não fica danificada.

    Num Seminário, um famoso palestrante mostra uma nota de 20 dólares e pergunta:
    - Quem quer esta nota?
    Mãos começam a se erguer e ele continua:
    - Eu a darei a um de vocês, mas antes, farei isto:
    Então, ele amassa a nota e pergunta:
    - Quem ainda quer esta nota?
    As mãos continuam erguidas…
    - E se eu fizer isto?
    Ele deixa a nota cair no chão e começa a pisá-la e esfregá-la… depois pega a nota,
    agora imunda e amassada, e pergunta:
    - E agora? Quem ainda quer esta nota?
    Todas as mãos permanecem erguidas.
    Então, ele fala:
    - Não importa o que eu faça com esta cédula, ela ainda vale 20 dólares. Isso também
    se dá conosco. Muitas vezes, em nossas vidas, somos amassados, pisoteados e
    por decisões que tomamos e/ou pelas circunstâncias que surgem em nossas vidas, e sentimo-nos desvalorizados, sem importância…
    Creiam, não importa o que aconteça, jamais perderemos o nosso valor!
    O preço de uma vida não é pelo que se faz ou se sabe, mas pelo que se é!
    É assim que Deus nos vê, é dessa forma que temos que nos ver também.”

    O cabelo pode ser enroladinho ou lisinho. 
    Você pode ser ter a pele branquinha ou bem escurinha. 
    Pode ser gorducho ou bem magrelinho. Não importa... VOCÊ TEM VALOR!!
    Não desista de caminhar, aquele que te comprou por um bom preço (I Co 7:23), preço de sangue, te sustenta, te guarda, te guia e te diz: Você tem valor!!!
    Cantar
    Quero que valorize o que você tem,
    Você é um ser, você é alguém tão importante para Deus!!!...”

3) NESTE CAMINHO SE APRENDE E SE ENSINA
Caminhando para o final de nossa ministração, precisa-se frisar do papel fundamental dos pais em ensinar seus filhos, não O caminho, mas sim, NO caminho. Isso implica exemplo, constância e tempo. Vamos a mais uma dinâmica:
  1. TEM QUE SER JUNTO, O TEMPO TODO:
    Vamos a mais uma dinâmica: ela é simples, mas muito propícia a reflexões variadas, pode ser feita inserida em inúmeras mensagens. Vamos lá:
    Chame uma criança (ou várias) e diga a elas que você escondeu na igreja um envelope parecido com este (mostre um). Este envelope representa Jesus, quem encontrá-lo terá muita paz e alegria, além do direito de, um dia, morar no céu.
    As crianças começam a procurar o envelope e, é claro, que não encontram.

    Por que as crianças não encontram?
    Porque sozinhas não conseguem, é muito difícil.
    Chame um adulto da Igreja, pai ou mãe de uma das crianças que estão participando da dinâmica.
    Você já deve ter combinado com ele, anteriormente, onde colocaria o envelope.
    Peça a este adulto que segure a mão de seu filho e procure o envelope.
    Obviamente, ele vai até o local que você disse e pegará o envelope. Agradeça e peça a todos para se sentarem.

    O que você quer dizer com esta dinâmica?
    Os filhos precisam da ajuda dos pais para encontrarem Jesus... ajude seu filho nesta tarefa, guiando-o no caminho certo, orientando-o a não se desviar e nem perder o foco da salvação. Não basta entregá-lo ao pastor, à professora da EBD ou aos dirigentes do Grupo Infantil. A Palavra deve ser vivida diariamente no lar e ser ensinada primeiramente pelos pais através do exemplo e nas inúmeras situações do cotidiano.

    E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração;
    e as ensinarás a teus filhos, e delas falarás sentado em tua casa e andando pelo caminho,  
    ao deitar-te e ao levantar-te. Deuteronômio 6:6-7

 4) UM CAMINHO QUE LEVA PARA O CÉU, DISPONÍVEL PARA TODOS QUANTOS QUISEREM
 Às vezes, queremos estar neste caminho rumo ao céu cheios de "bagagens", de coisas que acabam nos atrapalhando caminhar. O caminho não é apertado? Não tem obstáculos e muita gente? Pois é. Se você estiver cheio de coisas, não vai conseguir andar livremente, vai se cansar rapidamente e vai parar. Um coração cheio de mágoa, rancor, uma vida cheia de pecado, não nos permite caminhar felizes rumo ao céu.

DINÂMICA FINAL:
Levar um pote cheio de água representando o coração. Deus nos criou para estarmos no caminho que conduz à vida, para termos o coração bem limpinho, como a água que está no pote. Mas às vezes permitimos que o pecado entre em nosso coração e ele fica bem sujo (neste momento, coloque na água 5ml de iodo - já leve  para o culto numa seringa).
Só que nem tudo está acabado. Deus providenciou uma forma de purificarmos nosso coração novamente (pegar outra seringa com o desenho de uma cruz, contendo 10ml de água sanitária). Despeje a água sanitária na água suja com o iodo, dê uma mexidinha com uma colher e veja a transformação: a água volta a ficar branquinha!!! 


FAÇA O APELO PARA 
QUE TODOS OS QUE ALI ESTÃO 
PASSEM A ANDAR 
NO CAMINHO, 
QUE É JESUS!!!